INDÚSTRIA BENEFICIARÁ 63 MUNICÍPIOS DO RS

Unidade de processamento de peixes deverá gerar renda a 6 mil famílias

O ministro da Pesca e Aquicultura, Eduardo Lopes, esteve ontem em Seberi, visitando as obras da Unidade Regional Pública de Processamento de Peixes. O projeto abrange 63 municípios das regiões da Produção e Celeiro e beneficiará mais de 6 mil famílias de pescadores e piscicultores familiares. Os investimentos da União totalizam R$ 13,7 milhões, e a contrapartida do município será de R$ 274 mil. A prefeitura cedeu área de 23 mil metros quadrados, às margens da ERS 585, na Linha Noro.

No CTG Querência da Serra, Lopes falou sobre as ações da Pasta e anunciou que a meta é, até o final do ano, alcançar a industrialização de 4 milhões de toneladas de pescado no país. ‘Atualmente, a produção nacional é de 2,5 milhões de toneladas, quantia pequena diante das possibilidades que o setor oferece’, observa. ‘São milhares de agricultores familiares que têm a oportunidade de diversificar a produção e melhorar a qualidade de vida’, afirmou.

A agroindústria é composta de unidade de processamento, fábrica de farinha de peixe e de ração. A capacidade inicial de abate de peixes é de 23,5 toneladas por dia, gerando 196 empregos diretos. ‘Num prazo de três anos poderá processar até 100 toneladas por dia e gerar 377 empregos diretos’, destacou o prefeito Renato Bonadimann. ‘A iniciativa apoiada pelo governo federal vai corresponder à crescente demanda de pescado no RS e garantir a diversificação da matriz econômica da região’, completou. O prefeito destacou o trabalho do deputado Carlos Gomes junto ao Ministério da Pesca para a concretização do projeto. ‘A soma dos esforços permitirá que a população colha os frutos desse empreendimento’, completou Bonadimann.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *