IN normatiza uso de agrotóxicos

O Ministério da Agricultura aprovou novas normas para a exportação de sementes e mudas. A Instrução Normativa n 5, publicada ontem no Diário Oficial, estabelece critérios para autorização de uso de agrotóxico em tratamento de material de propagação de cultura diferente das recomendadas em rótulo e bula. A medida, exclusiva para material destinado à exportação, permite que as fabricantes atendam a requisitos fitossanitários e exigências de tratamentos quarentenários feitos por importadores. Segundo o ministério, cada país estabelece o procedimento que julga necessário para diminuir o risco de introdução e disseminação de pragas. E como o requisito é imposto pelo importador, é comum que o agrotóxico a ser utilizado não tenha a mesma aplicação ou finalidade de uso no Brasil, apesar de ter registro.
Recentemente empossado, o presidente da Apassul, Efraim Fischmann, acredita que a medida melhorará as condições de exportação. Com a norma, produtores de sementes e mudas de hortaliças, por exemplo, terão a chance de vender para países como Venezuela, Equador, Chile e Peru, com a expectativa inicial de movimentar R$ 20 milhões no primeiro ano.
Os novos procedimentos foram aprovados pelo Comitê Técnico de Assessoramento em Agrotóxicos, que observa recomendações de aplicação e segurança à saúde humana.

Fonte: Correio do Povo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.