Importação de milho da China tende a recuar

A China poderá comprar cerca de 50% menos milho destinado aos estoques estatais na safra 2015/16 do que no ciclo anterior, em uma estratégia fortalecida pelos subsídios que governos locais estão oferecendo para encorajar as indústrias a usar mais grãos produzidos no país. Nesse contexto, disseram analistas, as importações tendem a cair e a pressão sobre as cotações internacionais deverá crescer.

Estimativas de mercado sinalizam que o governo chinês deverá comprar de 40 milhões a 50 milhões de toneladas de milho para reforçar os estoques estatais no período de seis meses que começará em novembro, ante 83 milhões há um ano. Ainda assim, as compras deverão elevar os estoques totais de milho no país para cerca de 200 milhões de toneladas, ou cerca de 20 milhões de toneladas a mais que o consumo de um ano inteiro.

Por Reuters, de Pequim
Fonte : Valor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *