IMPACTO NA PRODUÇÃO – Milho: com avanço da estiagem, produção do Centro-Sul é reduzida para 65 mi de toneladas

O número baseia-se em área de 12,9 milhões de hectares, volume 6% superior à do ano passado, de acordo com a AgRural Consultoria

Foto: Leonardo Melo da Rocha/Embrapa Milho e Sorgo

A estiagem que marcou o mês de abril em grande parte do Centro-Sul do Brasil se agravou na primeira semana de maio, de acordo com levantamento da AgRural. Esse fato, aliado às previsões de continuidade do tempo seco, levou a consultoria a fazer um novo corte em sua estimativa de produção na safrinha 2021 de milho, que foi revisada na semana passada para clientes.

Projetada em 73 milhões de toneladas em boletim divulgado em 19 de abril -quando foi feito um corte de 2,4 milhões de toneladas em relação a março-, a produção do Centro-Sul é estimada agora em 65,1 milhões de toneladas. O número baseia-se em área de 12,9 milhões de hectares, volume 6% superior à do ano passado e inalterada na comparação com abril e em produtividade média de 84,1 sacas por hectare – a menor desde 2018.

  • Brasil

    Combinada à projeção da Conab para o Norte/Nordeste, a estimativa da AgRural para o Centro-Sul resulta em produção brasileira de 69,6 milhões de toneladas na safrinha 2021, contra 77,5 milhões em abril e 75,1 milhões de toneladas em 2020.

    A produção total de milho do Brasil na temporada 2020/21 (primeira, segunda e terceira safras somadas) é estimada em 95,5 milhões de toneladas, ante 103,4 milhões em abril e 102,6 milhões de toneladas em 2019/20. Uma nova revisão da safrinha será feita dentro de algumas semanas.

    Por Canal Rural

    Fonte :Canal Rural

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *