ICMS DO TRIGO | Decisão depende da TEC

O governo do Estado deverá tomar uma posição, nesta semana, sobre o pedido de redução do ICMS para o trigo, feito pela Farsul. Segundo o coordenador da câmara setorial do grão no Estado, Áureo Mesquita, é aguardada a publicação, no Diário Oficial da União, da suspensão temporária da TEC para o trigo importado de fora do Mercosul, o que deverá influenciar na comercialização da 650 mil toneladas que ainda restam no Rio Grande do Sul – uma vez que o produto vindo de outros países ficará 10% mais barato.

A Farsul pede a redução do ICMS de 8% para 2%, como forma de incentivar a comercialização do produto armazenado. ‘A tendência é de redução. Há indicativos de índices, mas queremos esperar a publicação oficial’, afirmou Mesquita.

A questão é trabalhada em conjunto pelas secretarias da Fazenda e da Agricultura. Segundo Mesquita, o desafio de comercialização é com relação a 110 mil toneladas de trigo gaúcho. A estimativa é de que, das 650 mil t disponíveis, 385 mil sejam destinadas aos moinhos gaúchos, 100 mil ao Paraná, 35 mil para Santa Catarina e 15 mil para São Paulo. Conforme Mesquita, se confirmada a especulação de autorizar a suspensão da TEC para uma cota de 1 milhão de t, isso representaria o consumo de 35 dias no Brasil.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *