HORTIFRUTI – Embrapa lança uva desenvolvida no Nordeste

Com potencial para mercado de mesa, BRS Tainá promete sabor neutro e agradável, equilibrando açúcares e acidez

+agricultura-embrapa-uva-taina (Foto: Divulgação/Embrapa)

(Foto: Divulgação/Embrapa)

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) apresenta, nesta quarta-feira (21/10) uma variedade de uva desenvolvida na região Nordeste do país. Chamada de BRS Tainá, é a primeira cultivar voltada para o cultivo no polo frutícola do Vale do Rio São Francisco.

A BRS Tainá é resultado de cruzamentos feitos ainda em 2004 com as cultivares internacionais Sugarone e Marroo Seedless. O objetivo era colocar à disposição dos produtores uma cultivar branca livre dos altos custos com royalties. A nova cultivar está em fase de licenciamento para viveiristas.

A apresentação oficial será em evento transmitido pela internet, às 19h30. De acordo com a Embrapa Semiárido, responsável pela pesquisa, a promessa é de uma uva com sabor neutro e agradável, equilibrando açúcares e acidez. Além disso, é sem sementes, característica que, segundo os pesquisadores, tem sido demandada pelo mercado, com potencial para uvas de mesa.

Ainda conforme a Embrapa, o ciclo de produção dessa uva está em torno de 110 dias, com algumas variações, de acordo com as condições climáticas. As produtividades médias registradas foram em torno de 25 toneladas por hectare, com cachos pesando, em média, 270 gramas.

“A cultivar faz parte do programa de melhoramento genético da Embrapa, denominado ‘Uvas do Brasil’, sendo a primeira variedade de uva com todas as etapas de melhoramento genético, desde o cruzamento até a validação, realizadas pela Embrapa nas condições ambientais tropicais semiáridas”, diz a Embrapa, em nota.

REDAÇÃO GLOBO RURAL

Fonte : GLOBO RURAL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *