Helicoverpa armigera é encontrada em mais 10 cidades do Rio Grande do Sul

Com as ocorrências, já chega a 33 o número de municípios gaúchos atingidos pela lagarta

Kasuya

Foto: Kasuya / Adapar PR

Não está descartado o pedido de inclusão do Rio Grande do Sul no estado de emergência fitossanitária

O laboratório de manejo integrado de pragas da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) divulgou nesta quarta, dia 29, novo relatório sobre a presença da lagarta Helicoverpa armigera. A lagarta foi encontrada em mais 10 cidades do Rio Grande do Sul: Condor, Cruz Alta, Estrela Velha, Ibiaçá, Júlio de Castilhos, Rio Pardo, São José do Ouro, São Martinho da Serra, São Pedro do Sul e São Sepé.

Com as ocorrências, já chega a 33 o número de municípios gaúchos atingidos pela praga. O documento foi encaminhado para a superintendência federal do Ministério de Agricultura. Não está descartado o pedido de inclusão do Rio Grande do Sul no estado de emergência fitossanitária.

CANAL RURAL

Fonte: Ruralbr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *