Grupo prepara revisão do leite

O acordo para a compensação dos créditos presumidos de PIS/Cofins represados da indústria láctea deve sair num prazo de até 40 dias. Até lá, um grupo de trabalho formado por parlamentares, técnicos do Ministério da Fazenda e das empresas e cooperativas do setor farão reuniões para costurar a solução. O primeiro encontro está marcado para a próxima quarta-feira, no Ministério da Fazenda. O desafio do grupo, segundo o deputado Alceu Moreira, será encontrar uma saída parcialmente justa e satisfatória para todos os envolvidos. ‘De antemão, penso que não poderá ser plenamente satisfatória para ninguém. Tem que ser uma solução média’, afirmou. ‘Do contrário, os grandes, que têm mais a receber, poderão reduzir o preço do produto por um período muito grande de tempo’, completou, ao fazer advertência sobre a necessidade de um acordo que preserve a competitividade do setor.

Outro gaúcho participante do grupo, o deputado Onyx Lorenzoni, avaliou a situação da indústria láctea como desesperadora. ‘São mais de R$ 1 bilhão represados, o que evidentemente suga o potencial das empresas’, declarou. ‘Ao menos a discussão se abriu, o que já é um bom começo’, completou.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *