Grupo francês Kuhn adquire a Montana, do PR

O grupo francês Kuhn adquiriu a Montana Indústria de Máquinas, empresa brasileira de implementos agrícolas, com sede em São José dos Pinhais (PR), conforme antecipou ontem o Valor PRO, serviço em tempo real do Valor. O valor do negócio não foi divulgado. O acordo final da transação deverá ser fechado em fevereiro, conforme Gilberto Zancopé, atual presidente e fundador da Montana.

Essa é a segunda aquisição da Kuhn no país. O grupo francês, um dos maiores fabricantes mundiais de implementos agrícolas, instalou-se no Brasil em 2005, quando adquiriu a empresa Metasa, em Passo Fundo (RS).

Com faturamento superior a €1 bilhão em 2013, o grupo tem atualmente nove unidades de produção na Europa, Estados Unidos e Brasil. Com a aquisição, terá mais duas unidades no país – uma em São José dos Pinhais (PR) e outra em Fraiburgo (SC) – e uma na Argentina, na província de Santa Fé.

A Montana iniciou em 1996 a produção de pulverizadores acoplados, segundo Zancopé. Depois passou a fabricar os pulverizadores autopropelidos (que não precisam ser acoplados a tratores) e hoje também produz colhedoras de algodão e de café. O faturamento bruto da empresa em 2013 foi de R$ 280 milhões.

Mário Wagner, diretor-geral da Kuhn Brasil, disse que a Montana tem produtos complementares e que a aquisição vai criar sinergia para distribuição dos produtos da Kuhn. A francesa produz equipamentos das linhas de plantio, pulverização e fertilização e importa implementos voltados à alimentação animal. "O grupo Kuhn demonstra claramente que está apostando muito no Brasil e quer ser um dos líderes do setor", afirmou Wagner.

Em comunicado, o diretor-presidente do grupo Kuhn, Michel Siebert, disse que "o portfólio de produtos autopropelidos da Montana fortalece ainda mais a posição da Kuhn, especialmente no importante setor de agricultura de grande escala comercial no Brasil".

Gilberto Zancopé será conselheiro na empresa e terá ações da Bucher Industries AG, holding suíça que controla o grupo Kuhn. Segundo ele, a aquisição trará capital à Montana e acesso a mercados. Hoje, a empresa exporta apenas para a América do Sul.

O setor de implementos agrícolas brasileiro registrou um faturamento nominal de R$ 13,105 bilhões no ano passado, considerando as empresas ligadas à Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq).

© 2000 – 2014. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/agro/3414670/grupo-frances-kuhn-adquire-montana-do-pr#ixzz2ryYpbJip

Fonte: Valor | Por Carine Ferreira | De São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *