GRIPE AVIÁRIA | IN proíbe visitação em avícolas

O governo do Estado prevê a responsabilização do produtor do setor de aves que autorizar a visitação de turistas, até o dia 30 de julho, em caso de contaminação por influenza aviária de alta patogenicidade, conhecida como gripe aviária.

A medida, incluída na instrução normativa 3/2014, da Seapa, visa proteger a produção gaúcha da doença, durante a Copa do Mundo. A prevenção era uma reivindicação do setor avícola gaúcho, preocupado com a circulação de turistas de países em que foram registrados casos da doença. Entre os países que irão jogar em Porto Alegre, a Coreia do Sul, com casos recentes da doença, é o que mais preocupa. Mas, segundo o chefe da divisão de Defesa Animal da Seapa, Marcelo Gocks, todos os oito países com jogos na Capital tiveram registro nos últimos 12 meses. ‘É preocupante, porque temos um risco muito baixo de introdução de influenza aviária’, disse. ‘Com a vinda desses turistas, relativamente o risco aumenta.’ A instrução normativa também proíbe a participação de aves em feiras e até no Acampamento Farroupilha Extraordinário.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *