Greve radicaliza e afeta agronegócio

A greve dos fiscais agropecuários, que completa quatro dias, prejudica o agronegócio. No caso de produtos perecíveis, como carnes, frigoríficos já admitem reduzir abates para amenizar perdas. Exportadores de grãos devem protocolar, na segunda-feira, mandado para garantir a emissão dos certificados sanitários. Ontem, em reação à convocação de fiscais estaduais e municipais pelo Ministério da Agricultura, para desempenhar o papel dos grevistas, todos os servidores cruzaram os braços em 20 estados, assegura o presidente da ANFFA Sindical, Wilson Roberto de Sá. Até então, o efetivo de 30% vinha sendo mantido.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *