Greve gera prejuízo

A greve dos fiscais federais agropecuários do Ministério da Agricultura já tem reflexos no porto de Rio Grande, onde mais de 135 mil toneladas aguardam fiscalização. No Estado, são 145 mil t e 180 carretas paradas, segundo o sindicato da categoria. Além de 1.240 processos estagnados, como pedidos de importação, certificação e registros.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *