GRAOS | Hora de preparar a terra para o trigo

Depois de colher a soja, produtores já começam a preparar a cultura de inverno, que deve ter área 5% maior

Enquanto as cultivares tardias de soja ainda fazem parte da paisagem das lavouras gaúchas, o produtor já se prepara para o início da safra de inverno. Principal produto da estação, o trigo vem embalado pelo volume recorde do ciclo passado: foram 3,17 milhões de toneladas.
Nem mesmo as dificuldades na hora da venda devem intimidar: a projeção é de que a área cultivada cresça 5%, segundo a Federação das Cooperativas Agropecuárias do Estado e a consultoria Safras & Mercado, batendo a casa dos 1,1 milhão de hectares.
Manter o mesmo patamar do ano passado não será tarefa simples. A produção recorde veio acompanhada de mais espaço para o trigo gaúcho no mercado, devido às perdas nas safras do Paraná e do Paraguai. Neste ano, a tendência é de recuperação da lavoura paranaense, que deve puxar a alta de 15% na área cultivada com trigo no país. Como efeito, os preços tendem a ficar um pouco abaixo do ciclo passado. Entre outubro de 2013 e abril deste ano, o preço médio da tonelada chegou a R$ 652. Em setembro, antes da colheita gaúcha, superou os R$ 800.
Ainda assim, a cultura permanecerá como aposta, avalia Alencar Rugeri, engenheiro agrônomo da Emater:
– O produtor trabalha olhando para trás. Como viemos de um período de bons preços, a tendência é avançar, fazer lavouras com bons níveis de tecnologia.
Produtor de trigo há mais de duas décadas, Diones Vaseran Carmo, 47 anos, apenas terminou a colheita de soja em Passo Fundo e Pontão, no norte do Estado, e já prepara o solo para receber as culturas de inverno – trigo, cevada e aveia branca. Na área destinada ao trigo, 260 hectares, equipamentos de aplicação de calcário, fósforo e cloreto de potássio já entraram em campo:
– Com agricultura de precisão pretendo aumentar a produtividade, que no ano passado já foi excelente, chegando a 70 sacas por hectare.
vagner.benites@zerohora.com.br

VAGNER BENITES

MULTIMÍDIA

Fonte: Zero Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *