Governo seguirá agindo para apoiar setor sucroenergético, diz Braga

 

O ministro das Minas e Energia, Eduardo Braga, disse nesta quarta-feira (22), durante a inauguração da unidade de etanol de segunda geração da Raízen, em Piracicaba (SP), que o governo agiu e continuará agindo para apoiar o setor sucroenergético. O setor é um dos mais críticos à política do governo federal para o etanol, principalmente pelo controle do preço da gasolina.

Eduardo Braga fala à Comissão de Infraestrutura do Senado (Foto: André Corrêa/Agência Senado)

Eduardo Braga, em imagem de arquivo
(Foto: André Corrêa/Agência Senado)

Segundo Braga, o "governo tem o firme propósito em manter o Brasil com a matriz energética mais renovável entre economias emergentes e desenvolvidas", com a participação do setor sucroenergético e ainda em um cenário de consumo crescente de combustíveis. "Não há tempo para acomodação. A demanda por combustíveis cresce", afirmou.

Braga admitiu que o setor sucroenergético enfrentou desafios nos últimos anos e sempre houve a consciência de que era necessário o aumento da produtividade por meio de pesquisas e inovação tecnológica.

"Hoje estamos vendo respostas firmes a esses desafios", afirmou o ministro, citando a unidade produtora de etanol por meio do processamento do bagaço e da palha após o uso da cana-de-açúcar para a produção de etanol de primeira geração e açúcar.

Fonte : Globo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *