Governo reduz taxa de juro do PSI

 Programa financiará até 100% do valor de máquinas e implementos<br /><b>Crédito: </b>  diego vara / cp memória

Programa financiará até 100% do valor de máquinas e implementos
Crédito: diego vara / cp memória

O governo federal anunciou ontem, em Brasília, durante a divulgação do pacote de estímulo à indústria, a redução de juros e a ampliação do percentual financiável pelo Programa Sustentação do Investimento (PSI). Com novo aporte estimado em R$ 18 bilhões, a quarta etapa do PSI soma-se aos R$ 75 bilhões anunciados em 2011 e ainda não integralmente contratados. Os juros para aquisição de máquinas e equipamentos caíram de 8,7% ao ano para 7,3% para os grandes produtores, e de 6,5% para 5,5% para pequenos e médios. Já o teto financiável saltou de 70% para até 100%, dependendo do porte do cliente. O prazo de 120 meses para pagamento do financiamento foi mantido. As condições valem até dezembro de 2013.
O anúncio foi recebido com otimismo. Segundo o presidente do Sindicato das Indústrias de Máquinas e Implementos Agrícolas do Rio Grande do Sul (Simers), Claudio Bier, as medidas anunciadas pelo presidente do BNDES, Luciano Coutinho, são oportunas. Bier lembrou que a elevação dos juros no ano passado desestimulou os produtores a adquirirem novos equipamentos. Ele lembrou que, quando o programa foi lançado, em 2009, a taxa era de 4,5% ao ano. Nos dois primeiros anos, o PSI disponibilizou crédito de R$ 134 bilhões.

Fonte: Correio do Povo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.