Governo liberará mais de R$ 3 bi

Recursos serão usados na ajuda a afetados pela seca no Nordeste e cheias no Norte

O Governo Federal vai liberar R$ 2,7 bilhões para as vítimas da seca no Nordeste e R$ 350 milhões para ajudar os atingidos pelas cheias na Região Norte. No Nordeste, a falta de chuvas já deixou 450 municípios em situação de emergência e afeta quase quatro milhões de pessoas. Os recursos do governo deverão ser investidos na ampliação do fornecimento de água e no apoio aos agricultores.

O estado que mais sofre é a Bahia. São 207 municípios em situação de emergência. No Rio Grande do Norte, são 138 e no Piauí, 78. Em algumas partes da região não chove há três meses. Nesta semana, o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, decretou emergência em 170 municípios. O número corresponde a 76% das cidades paraibanas. A medida objetiva apoiar aos agricultores que tiveram suas plantações perdidas devido à seca e apressar a liberação de recursos federais.

O decreto estadual prevê dispensa licitação de contratos para aquisição de bens e serviços necessários às atividades de resposta ao desastre, como locação de máquinas e equipamentos, de prestação de serviços e obras para reabilitar o cenário atingido pela estiagem.

Segundo dados do governo estadual, mais de 2,6 milhões de paraibanos já foram afetados pela seca. Em abril, o Governo Federal anunciou apoio aos estados nordestinos para promover ações que minimizem os efeitos da estiagem. Com isso, foi criado o Comitê Integrado de Combate à Estiagem.

Os grupos são formados por técnicos do Governo Federal e estadual, e das defesas civis nacional, estadual e municipal. Além de articular ações para reduzir os efeitos da seca, os comitês vão acompanhar a distribuição de água por carro-pipa e as atividades do Água para Todos – programa que vai garantir cisternas e barragens para as populações afetadas pela estiagem.

O comitê também será responsável pela renegociação das dívidas dos produtores, pela liberação de novas linhas de crédito – está disponível R$ 1 bilhão do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) – e por colaborar na concessão do Bolsa Estiagem, que vai beneficiar com R$ 400 cerca de 400 mil agricultores que não recebem o seguro – safra .

ENCHENTES

Já os recursos a serem liberados ao Norte servirão para ajudar os afetados pelas enchentes. Deverão beneficiar agricultores, comerciantes, prestadores de serviços e setores da indústria. As chuvas já deixaram 51 municípios em situação de emergência (32 deles no Amazonas) e afetaram mais de 330 mil pessoas.

SAIBA +

No Rio Grande do Sul, a estiagem causou perdas de 43,8% na colheita de soja, em relação à safra anterior, segundo a COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO (CONAB). Foram perdidas cinco milhões de toneladas do grão, com queda de 11,62 milhões de toneladas para 6,52 milhões de toneladas.

Em termos nacionais, a safra caiu 11,5%, passando de 75,32 milhões de toneladas em 2010/11 para 66,68 milhões na atual safra.

Fonte: JORNAL DE BRASILIA – DF

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *