Governo federal anuncia compras de equipamentos no valor de R$ 8,4 bilhões de empresas nacionais

Pacote de medidas de estímulo à economia foi anunciado nesta quarta

Letícia Luvison | Brasília (DF)

Marcello Casal Jr

Foto: Marcello Casal Jr / Empresa Brasil de Comunicacao –

Guido Mantega garantiu preferência a produtos brasileiros

O governo federal anunciou nesta quarta, dia 27, um pacote de medidas de estímulo à economia, o PAC Equipamentos. O objetivo é diminuir os impactos da crise financeira internacional. Estão previstas compras governamentais no valor de R$ 8,4 bilhões, dando preferência a empresas nacionais. Entre os itens que devem ser adquiridos estão caminhões, ônibus e máquinas agrícolas. Já na área da educação, foi anunciada a meta de construir mais de seis mil novas quadras escolares cobertas, além da realização de melhorias em infraestrutura.

Mais de 1,6 mil municípios devem ser beneficiados com novos ônibus e carteiras escolares. O município de Jaraguá (GO) tem 1,8 mil propriedades na zona rural e deve receber quatro veículos, segundo o prefeito, Lineu Olímpio de Souza.

– O município tem 680 alunos na rede municipal morando na zona rural. São oito distritos. E isso vai facilitar e melhorar a qualidade de transporte dos estudantes – afirma.

Conforme o ministro da Fazenda, Guido Mantega, o governo pretende destinar também parte dos recursos para aquisição de ambulâncias e equipamentos de saúde produzidos no Brasil.

– Se houver um produto similar importado, no caso de um material, equipamento, de alta complexidade tecnológica, vai ser dada preferência para o que foi feito no Brasil com até 25% de preço a maior – informa.

– Não podemos ter a soberba de achar que podemos brincar à beira do precipício. Ou tomar medidas que se tornariam mais fáceis em tempos normais – disse a presidente Dilma Rousseff durante a cerimônia de anúncio das medidas.

O governo reduziu ainda de 6% para 5,5% ao ano a Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP), utilizada como referência para empréstimos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social (BNDES). Além disso, municípios com até 50 mil habitantes poderão receber máquinas retroescavadeiras e motoniveladoras para a construção de estradas vicinais, usadas no escoamento da produção agrícola. Ao todo, serão 4,9 mil equipamentos. As inscrições para as prefeituras interessadas serão abertas em julho.

Fonte: Globo Rural | CANAL RURAL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *