Governo espera relator para negociar código

O governo espera pela versão final do relatório do novo Código Florestal para começar a negociar o principal ponto de discórdia: as Áreas de Proteção Permanentes (APP). O ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro, disse que só aguarda o texto do relator para começar a discutir com os deputados. "Ainda não sabemos o que cada parte vai querer negociar. Falta termos acesso aos números do relator para começar a negociação", disse Mendes.

Após cravar que o governo vai renovar o decreto que suspende a Lei de Crimes Ambientais e evita multas e sanções imediatas aos produtores rurais, o relator do Código Florestal na Câmara, deputado Paulo Piau (PMDB-MG), vai finalizar o texto ainda nesta semana. Segundo o parlamentar, o decreto vence amanhã e já foi acertado que ele será renovado. "Ou a Dilma já deixou assinado ou o vice-presidente [Michel] Temer irá assinar", afirmou. Mesmo que o texto não seja votado, Piau disse que é fundamental ter o texto definido nesta semana para votar o código ainda em abril, como acertado com o governo no fim de março.

O relator disse que não existe a possibilidade de o governo não cumprir o combinado. O presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), deputado Moreira Mendes (PSD-RO), prometeu pressão da bancada ruralista para acelerar a votação da proposta. "É uma semana decisiva porque expira o decreto. Vamos começar a pressionar a partir de hoje. A ordem é essa", disse. Moreira Mendes afirmou que vai conversar com o presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), com quem foi feito o acordo para votação do novo código em abril. O presidente da FPA defendeu mudanças no texto sobre a consolidação de APPs, mas reconheceu as dificuldades em colocar isso no papel.

Fonte: Valor | Por Tarso Veloso e Daniela Martins | De Brasília

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *