Gisele Loeblein: "Estrutura em dia até o início da feira"

Como chuva e Expointer andam sempre juntas, a notícia da Trensurb de que as obras na Estação Esteio estarão concluídas antes do início da feira, no próximo dia 24, deve ser comemorada – e monitorada de perto pelos usuários do serviço. Na quarta-feira, em uma reunião, ficaram acertados os detalhes finais para a execução da obra que garantirá a recuperação da cobertura na parte sul da estação, por onde é feito o embarque para o retorno à Capital.

A estrutura foi danificada em um temporal no ano passado. Com isso, não é raro que passageiros tenham de usar guarda-chuva mesmo dentro da estação, como retratou o Informe Rural na última segunda-feira. Segundo Edson Santos, consultor da presidência da Trensurb, as obras tiveram de ser paralisadas por problemas detectados pela fiscalização na execução.

Outro fator a ser considerado é o fato de que o serviço precisa ser realizado em horários diferenciados, como à noite, período sem fluxo de pessoas. Com arestas aparadas, o trabalho será retomado.

– Até a Expointer, a cobertura ficará totalmente pronta. Estamos tocando o mais rápido possível – afirma Santos.

A necessidade de deixar o espaço em dia é justificada pelos números apresentados pela própria empresa. Durante o período da feira realizada no Parque de Exposições Assis Brasil, a Trensurb recebe acréscimo de mais de 200 mil usuários.

Em um domingo normal, desembarcam na estação, que fica bem em frente ao local da Expointer, 5 mil pessoas, segundo Santos. Em um domingo de Expointer, são entre 45 mil e 50 mil passageiros.Igual quantidade retorna no sentido da Capital, fazendo o movimento no local girar em torno de 100 mil pessoas.

Outro caminho que leva ao parque, a BR-116, tem um viaduto em construção, e será um problema um pouco mais complicado de resolver.

Fonte: Zero Hora Gisele Loeblein gisele.loeblein@zerohora.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *