Gargalo da produção agrícola está na logística, diz presidente da CNA

Fonte:  G1

Kátia Abreu recebeu presidentes de federações produtivas do Centro-Oeste.
Encontro em Brasília discutiu dificuldades do escoamento da produção.

 

Representantes dos produtores rurais do Centro-Oeste do país reuniram-se em Brasília para discutir os elevados custos e as dificuldades de escoamento da produção.

A Confederação Nacional da Agricultura (CNA) reuniu os presidentes das federações de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Distrito Federal para desenhar um plano de trabalho sobre os problemas da região. O grupo está preocupado com os altos custos para o escoamento da safra e aponta que, se o governo agir, a produção pode avançar muito nos próximos anos.

"É o maior potencial agrícola do país hoje em termos de expansão, não só a produção existente, mas a produção possível, principalmente considerando as áreas de pecuária que podem ser cedidas para a agricultura sem pensar em desmatamento. O grande gargalo é a logística. O Centro-Oeste pode estar fadado ao insucesso se isso não for considerado com bastante rapidez", afirma a presidente da entidade, Kátia Abreu.

Levantamento divulgado pela CNA mostra que o Centro-Oeste é responsável por 35% da safra de grãos, 33% do rebanho bovino e 18% das exportações brasileiras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *