Gadolando quer apoio para registros

A Gadolando apresenta hoje, ao delegado do Ministério do Desenvolvimento Agrário, Marcos Regelin, projeto para ampliar o rebanho Holandês registrado no RS. De acordo com José Rigon, da Gadolando, a ideia é atingir 20% dos 120 mil produtores gaúchos da raça frente os 3 mil adeptos atuais. A associação pedirá ajuda do governo no custeio do registro genealógico, que varia de R$ 33,00 a R$ 71,00. Rigon explica que ainda não há um modelo fechado para operacionalizar o projeto. Está em análise a divisão do custo em três partes: produtor, Gadolando e governo.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *