Fusão de ministérios divide agronegócio, por O Estado de S.Paulo

Fusão de ministérios divide agronegócio, por O Estado de S.PauloApós repercussão negativa, futuro ministro disse que Bolsonaro ‘não bateu o martelo’

A fusão do Ministério da Agricultura com o Ministério do Meio Ambiente(MMA), anunciada na quarta-feira, 31, pela equipe do presidente eleito Jair Bolsonaro, provocou divisão entre os representantes do agronegócio. Enquanto sojicultores avaliam positivamente a fusão, lideranças da agroindústria e também o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, criticaram a decisão.

Depois da repercussão negativa, o futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, declarou, na quarta-feira à noite, que “o presidente ainda não bateu o martelo” sobre a fusão. Foi o próprio Lorenzoni que anunciou a união das pastas no dia anterior. “Ele está analisando mais de um desenho de organização de ministérios. O que tem é o conceito: de 29 pastas vai cair para 14, 15 ou 16”, disse.

por Equipe do Site

Fonte : Felipevieira.com