Fundos verdes: bons para o planeta, ruins para o bolso

Quer usar seu dinheiro para influir nas questões ambientais? Uma maneira é investir em fundos mútuos e fundos negociados em bolsas voltados para o meio ambiente, embora, dessa forma, você possa estar trocando sua consciência ecológica por um aumento do risco de seu portfólio.

As pessoas preocupadas com os preços da energia e as mudanças climáticas já colocaram mais de US$ 3 trilhões nas mãos de gestores que visam práticas ambientais, sociais e de governança corporativa positivas, englobando mais de 250 fundos de investimento, segundo relatório do Fórum de Investimentos Sustentáveis e Responsáveis.

Como qualquer setor, as ações de cunho ambiental são voláteis. Fabricantes de painéis de energia solar num momento estão em voga; no outro, perdem toda a força. E os chamados "green funds" tendem a se posicionar excessivamente em um determinado subsetor. Alguns gestores podem se concentrar em infraestrutura de tratamento de água, enquanto outros têm uma variedade mais ampla de ações dos segmentos de energia geotérmica, solar e eólica.

Os "green funds" não ficaram imunes ao colapso de 2008. Se você olhar o gráfico de desempenho de um "green fund" como o Market Vectors Environmental Services ETF, poderá ver paralelos com o índice de ações Standard & Poor’s 500 (S&P 500). Quando o índice desabou no fim de 2008, o fundo Market Vectors foi atrás, embora o tenha superado ligeiramente nos últimos cinco anos. Um dos maiores problemas dos "green funds" é que eles não existem há muito tempo, portanto a maioria não tem um histórico de desempenho que passe por várias fases de baixa.

Embora possa haver mais perdedores do que vencedores, as companhias preocupadas com o meio ambiente poderão se transformar em ouro no longo prazo. Os problemas dos recursos naturais só vão ficar mais desafiadores, uma vez que a população do planeta aumenta e exige mais água, eletricidade, petróleo, carvão e bens de consumo. Mesmo assim, não amplie o perfil de risco de sua carteira com a intenção de fazer a coisa certa. Há outras maneiras inteligentes de ajudar o planeta.(Tradução de Mario Zamarian)

Fonte: Valor | Por John Wasik | Reuters, de Chicago

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.