Fundoleite fica para próxima semana

Por falta de quórum, o PL 281/2013, que institui o Fundoleite, nem sequer chegou a ser submetido à apreciação do plenário ontem, na Assembleia Legislativa. Com outros cinco projetos do governo também em regime de urgência à frente na pauta da Casa, a tendência é que a matéria vá à votação só na terça-feira da semana que vem. E com alterações, conforme o assessor de política agrícola da Fetag, Airton Hochscheid. ‘Estamos articulando diretamente com o governo uma emenda que altera três artigos’, disse. Secretário-adjunto da Agricultura, Claudio Fioreze confirmou a informação. Segundo ele, um dos pleitos da Fetag é ganhar representação maior no Conselho Deliberativo do Fundoleite. ‘Eles pediram três vagas, mas nós achamos que duas está de bom tamanho’, afirmou. ‘Achamos razoável o pleito deles, pois estão distribuídos por todo o Estado. Vamos avaliar durante a semana.’ Ontem, a bancada do PMDB protocolou a primeira emenda ao PL, que prevê que o recolhimento da contribuição do Fundoleite só ocorra após a instalação do Instituto Gaúcho do Leite (IGL). A emenda que o governo encaminhará também estipulará prazo de até 180 dias para a criação do IGL.

Outra alteração é que produtores, indústria e governo fiquem, cada um, com um terço da direção do IGL.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *