Funcafé terá orçamento recorde em 2017

Estimativa é de que o fundo irá receber R$ 4,890 bilhões, aumento de 5,6% em relação ao ano anterior

Ampliar fotoFuncafé terá orçamento recorde em 2017

Em 2016, orçamento havia sido de R$ 4,632 bi

Os recursos para a atividade cafeeira em 2017, por meio do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé), estão estimados em recorde de R$ 4,890 bilhões. O montante corresponde a um aumento de 5,6% em comparação com o ano passado (R$ 4,632 bilhões).

A previsão foi recomendada pelo Comitê Diretor de Planejamento Estratégico (CDPE) do Conselho Deliberativo da Política do Café (CDPC), que se reuniu na quinta-feira, 2, em Brasília (DF). Conforme o Conselho Nacional do Café (CNC), os próximos passos para a validação desse valor são as aprovações no crivo do CDPC e, subsequentemente, pelo governo federal.

Segundo CNC, após consenso entre os representantes do setor privado e do governo federal, o CDPE orientou a previsão de R$ 4,890 bilhões, dos quais: R$ 1,862 bilhão para a linha de financiamento de Estocagem; R$ 1,063 bilhão ao Financiamento para a Aquisição de Café (FAC); R$ 1,010 bilhão para Custeio; R$ 925,2 milhões para Capital de Giro (R$ 425,2 milhões às Cooperativas de Produção, R$ 300 milhões às Indústrias de Torrefação e R$ 200 milhões às Indústrias de Solúvel); R$ 20 milhões para a linha de Recuperação de Cafezais Danificados; e R$ 10 milhões para Opções Privadas e Operação em Mercados Futuros.

 ESTADÃO CONTEÚDO

Fonte: Portal DBO