Frigorífico gaúcho é liberado pelos russos

Unidade do Alibem em Santo Ângelo é a primeira a ser habilitada no RS

Após mais de dois anos de embargo, a Rússia liberou um frigorífico gaúcho a exportar carne ao país. O beneficiado é o Alibem, de Santo Ângelo, que processa cortes suínos. No pacote, o serviço sanitário russo também autorizou os embarques do Pamplona Alimentos, de Rio do Sul (SC) e do Minerva, de Bataiporã (MS). De acordo com o diretor-executivo do Sips, Rogério Kerber, a expectativa é que a liberação no RS seja um processo de reaproximação com o cliente. O fator primordial para a decisão, acredita Kerber, foi a produção livre de ractopamina – indutor de crescimento adicionado à ração. ‘A liberação deverá estimular outros frigoríficos a adotarem a prática para buscar a acessibilidade.’ Na prática, os embarques de carne suína à Rússia devem iniciar apenas em meados de fevereiro, já que com a chegada do inverno no hemisfério Norte o acesso aos portos fica dificultado pelo gelo.

O Rio Grande do Sul tem 18 frigoríficos com inspeção federal que processam suínos. Até o embargo em 2011, 11 estavam habilitados para exportar à Rússia. Em 2009, o Estado chegou a embarcar 11,5 mil toneladas ao mês para aquele país.

Para o presidente do Sicadergs, Ronei Lauxen, a liberação é um indicativo positivo para a retomada das vendas também de carne bovina. ‘É só uma questão de tempo, pois temos certeza que as plantas que eram habilitadas anteriormente têm plenas condições de atender ao mercado’, acredita. Até 2011, três frigoríficos de bovinos tinham habilitação para exportar. Ao todo, o RS tem 18 plantas de carne bovina com inspeção federal.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *