Francesa Vetoquinol fecha acordo para adquirir a goiana Clarion

Claudio Belli/Valor

"Nosso tamanho era muito limitado", afirmou o empresário Matthieu Frechin

O processo de concentração da indústria veterinária brasileira segue em curso. O grupo francês Vetoquinol, ainda pouco expressivo no país, acaba de adquirir a goiana Clarion Saúde Animal, especializada em produtos para bovinos.

"Nosso tamanho era muito limitado no Brasil", afirmou ao Valor o CEO da Vetoquinol, o francês Matthieu Frechin. Com a aquisição, a empresa acresceu um faturamento anual de R$ 50 milhões, totalizando R$ 86 milhões no país. Com isso, a participação do Brasil nas vendas totais da companhia francesa deve passar de somente 2% para 7%. Listada na bolsa de Paris, a Vetoquinol faturou € 367 milhões em 2018.

Neto do fundador da companhia sediada em Lure, no leste da França, Frechin aposta na capacidade de inovar da Clarion para aumentar o faturamento no Brasil.

Com uma fábrica em Goiânia, a companhia recém-adquirida conta com uma equipe de 45 funcionários dedicados à área de pesquisa e desenvolvimento (P&D), o que é inusual para as indústrias veterinárias no Brasil. Ao todo, a Clarion tem 180 funcionários, de acordo com Jorge Espanha, executivo que comanda a Vetoquinol no Brasil.

Conforme Frechin, a empresa tem um lista ampla de medicamentos prontos para serem lançados para os mercados de bovinos e animais de companhia (cães e gatos). Com esses lançamentos, a Vetoquinol pretende ser tão relevante no Brasil como já é no mundo. Na prática, o objetivo é estar entre as dez maiores indústrias veterinárias.

Pelas projeções do executivo, a Vetoquinol precisará faturar cerca de R$ 200 milhões por ano no Brasil para figurar no ranking das dez maiores do setor. No ano passado, a companhia francesa ficou na 22ª posição do ranking, segundo ele.

Com os lançamentos de produtos pela Clarion e a diversificação geográfica das vendas da companhia, a Vetoquinol poderá atingir a meta de faturamento em "três a cinco anos".

Para o futuro, Frechin não descarta novas aquisições no Brasil. O objetivo de curto prazo, porém, é "integrar e consolidar" as operações da Clarion. Além da fábrica de Goiânia, a Vetoquinol possui uma unidade em Mairiporã (SP), fruto da aquisição da Farmagrícola, em 2011. Essa compra, aliás, marcou o ingresso da Vetoquinol no Brasil.

Além das duas fábricas no Brasil, a Vetoquinol tem unidades na França, Canadá, Itália e Polônia. Em vendas, porém, os Estados Unidos são o principal mercado, seguidos por França e Canadá. No momento, a Vetoquinol está em busca de aquisições nos Estados Unidos.

Por Luiz Henrique Mendes | De São Paulo

Fonte : Valor

Compartilhe!