Fraca demanda pela soja dos EUA derruba preço em Chicago

A fraca demanda pela soja americana derrubou as cotações da oleaginosa ontem na bolsa de Chicago. Os contratos de segunda posição de entrega, com vencimento em janeiro, caíram 22 centavos de dólar e encerraram o pregão a US$ 8,7775 o bushel (medida equivalente a 27,2 quilos).

De acordo com os últimos dados de exportação divulgados pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), foram fechados contratos para vendas externas de 293,6 mil toneladas de soja americana entre os dias 5 e 11 de outubro. O volume ficou bem abaixo das expectativas que variavam de 600 mil a 1 milhão de toneladas.

No acumulado da temporada, o volume da oleaginosa já comprometido pelo país para exportações é de 20,8 milhões de toneladas, ante mais de 26,2 milhões no mesmo período do ano passado. A estimativa total do USDA para o ano comercial é que os embarques americanas somem 56,1 milhões de toneladas.

"A soja americana é a mais barata do mercado atualmente e a expectativa era de vendas mais aquecidas", afirmou Luiz Fernando Gutierrez Roque, analista da consultoria Safras & Mercado.

Afora a pressão exercida por esses dados desanimadores, a queda em Chicago também respondeu a uma pressão técnica. "O preço havia subido muito nos últimos dias, com informações climáticas desfavoráveis para a colheita nos EUA", disse Roque. "A soja está voltando ao patamar normal de preço. Não há força para operar acima de US$ 9 o bushel sem que haja um acordo comercial entre China e EUA".

As previsões climáticas para os próximos dias também deverão contribuir para a tendência de baixa. O clima deverá colaborar para o andamento da colheita no cinturão agrícola americano.

Segundo dados atualizados até o dia 14, a colheita da safra 2018/19 nos EUA havia alcançado 38% da área plantada, abaixo dos 47% observados em igual momento de 2017 e da média histórica dos últimos cinco anos, de 53%.

Fonte: Valor | Por Kauanna Navarro | De São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *