Fonterra admite leite contaminado

O grupo neozelandês Fonterra emitiu comunicado oficial pedindo desculpa aos consumidores por caso de contaminação de produtos lácteos remetidos à China. No documento, a empresa revela que três lotes de soro de leite utilizado na produção de leite para bebês e para atletas continham, em maio de 2012, Clostridium botulinum, uma bactéria produtora da toxina botulínica, agente do botulismo, doença que pode provocar paralisia e até morte. A informação de cargas alteradas fez diversos países anunciarem suspensão das aquisições da empresa, entre eles China, Rússia e Arábia Saudita.

O grupo francês Danone, que tem entre seus fornecedores a Fonterra, retirou de alguns países da Ásia vários lotes de leite. Com o objetivo de preservar a imagem do grupo, o diretor executivo da Fonterra, Theo Spierings, viajou a Pequim. ‘Pedimos profundas desculpas às pessoas afetadas’, afirmou antes de destacar que a Fonterra alertou as autoridades ao receber a confirmação da contaminação.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *