Fim da norma tributária de transição

Após seis anos em vigor, vai acabar o Regime Tributário de Transição (RTT), que facilitou a adaptação das empresas brasileiras ao padrão contábil internacional. Em seu lugar, entra um novo arcabouço que detalha como as companhias locais vão chegar na base de cálculo do Imposto de Renda e da Contribuição Social sobre Lucro Líquido, tendo como ponto de partida o lucro societário apurado conforme o IFRS, padrão mundial.

A mudança, que afeta milhares de empresas, veio com MP 627, publicada ontem, que também altera a tributação do lucro de controladas e coligadas no exterior. "É um novo marco da legislação tributária", afirma Roberto Haddad, da KPMG. A adesão às novas normas será obrigatória a partir de 2015.

Fonte : Valor Econômico | Fernando Torres | De São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *