‘Fim da isenção nos defensivos seria desastroso para o agro’

Ricardo Alfonsin avalia que o adiamento da decisão é comum porque é um processo de alta complexidade e de difícil entendimento para os ministros. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *