Fetag ocupa prédio do MDA na Capital

Solicitando a retomada das análises dos processos de crédito fundiário para aquisição de terras, agricultores ligados à Fetag ocuparam, na manhã de ontem, a entrada do prédio do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), na Capital. A ação segue por tempo indeterminado, mas o acesso de trabalhadores está liberado. Segundo a primeira secretária da Fetag, Josiane Einloft, desde o início do ano, a maioria dos processos de crédito fundiário foi rejeitada. Um grupo foi recebido pelo delegado do MDA no Estado, Marcos Regenin, e diretores do Banco do Brasil, quando foi entregue a pauta de reivindicações. Nesta semana, os agricultores esperam também se reunir com o ministro Pepe Vargas, que tem visita agendada ao Estado amanhã.

Foram mais de 1,3 mil propostas que retornaram com pendências ou revisões. Ela explicou que a justificativa do MDA é que houve mudanças na legislação. O projeto de concessão de crédito fundiário começou em 2004. Nos últimos dias, 454 propostas de agricultores ligados à Fetag foram devolvidas, sendo que 130 já estavam nos cartórios ou com os agentes financeiros.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *