FENASUL PROJETA CRESCIMENTO DE 10%

Oferta de animais deve ter recuo em razão da escassez de mão de obra

Com previsão de ‘ligeiro’ recuo no número de animais em exposição na comparação com o ano passado, a 37 Expoleite e a 10 Fenasul foram lançadas ontem, no Galpão Crioulo do Palácio Piratini. Contudo, a estimativa da Associação dos Criadores de Gado Holandês (Gadolando) é de que a feira amplie em pelo menos 10% o faturamento de 2014 em relação ao ano passado, quando movimentou cerca de R$ 1 milhão. A Expoleite-Fenasul ocorre de 14 a 18 de maio, no Parque Assis Brasil, em Esteio. Em 2013, foram ofertados 1.742 animais, sendo 283 deles de gado leiteiro e outros 140 de gado de corte. Ao ressaltar que os números finais ainda não estão fechados – as inscrições foram prorrogadas até a próxima segunda-feira -, o presidente da Gadolando, Marcos Tang, justifica uma possível queda na oferta em função da escassez de mão de obra. ‘Por outro lado, se isso acontecer, seguramente, a quantidade será compensada pela qualidade. Aliás, esta tem sido uma tendência em feiras do mundo todo’, acrescentou. ‘O produtor quer trazer, mas, muitas vezes, não tem quem colocar na feira para cuidar do animal. Então, ele se vê num dilema, quase que obrigado a optar que animal receberá o cuidado, se o que vai para a feira ou o que fica na fazenda. É complicado’, completou.

Tang ainda chamou a atenção dos produtores para a época do ano, mais propícia, segundo ele, para investimentos em matrizes genéticas de elite. ‘Os pastos estão se recuperando e o leite começa a ter melhor remuneração’, ponderou. ‘Será um ambiente excelente também para intercâmbio cultural e de conhecimento’, finalizou. A programação da Fenasul terá dois leilões de gado Holandês, dois de Angus e um da raça Jersey, além da já tradicional feira de terneiros realizada pela Farsul.

Presente ao evento, o governador Tarso Genro destacou a importância da cadeia leiteira para o Estado e enumerou ações para o desenvolvimento do setor. E antecipou que, em breve, irá anunciar nova safra recorde de grãos. ‘Muita gente vai ficar morrendo de inveja’, resumiu.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *