Fenasul pode retomar foco no setor lácteo

Após crise de patrocínio, Gadolando estuda revisão no perfil da mostra

Depois de nove anos destinados à expansão, a Fenasul poderá se dedicar exclusivamente ao setor lácteo, retomando conceito da antiga Expoleite. A sinalização foi dada ontem pelo presidente da Gadolando, Marcos Tang, durante o lançamento da feira de 2013, que será realizada de 15 a 19 no parque Assis Brasil, em Esteio. Segundo o presidente Marcos Tang, a mostra deste ano servirá para fazer uma reflexão de como planejar o modelo de 2014. ‘É uma feira curta e específica. Também gera um grande volume de negócios pós-feira’, observa o dirigente. Outra questão em análise será novas formas de patrocínio. ‘Precisamos de um orçamento básico, no valor de R$ 300 mil, já definido ainda neste ano’, diz Tang. Além do governo, representado pelo governador Tarso Genro e pelos secretários Luiz Mainardi e Ivar Pavan, o dirigente avalia que é possível angariar verba na iniciativa privada.

O lançamento foi marcado por forte tensão graças à Operação Leite Compen$ado, que denunciou fraude na composição de leite no mercado gaúcho. Para Tang, o mercado sofre um abalo, mas não deverá haver impacto no preço do leite. ‘Ocorreu a identificação dos culpados e a retirada dos lotes contaminados.’ Para Jorge Rodrigues, da Comissão de Grãos e Leite da Farsul, a imagem do segmento sai arranhada, mas enfatiza que o produtor não tem responsabilidade pela fraude. ‘Essa operação é corriqueira. O Mapa e o Ministério Público cumpriram o seu papel.’

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *