Fenasul espera superar volume de negócios do ano passado

Fonte:  Jornal do Comércio | Marcelo Beledeli

Elevação do preço do leite ao produtor deve se tornar incentivo às vendas

Os criadores de gado leiteiro que participarão da 7ª Feira de Agronegócios do Sul (Fenasul) estão em expectativas elevadas para os negócios no evento, que se inicia amanhã no Parque Assis Brasil, em Esteio. A elevação do preço do leite pago aos produtores deve alavancar o movimento comercial da mostra de outono, que ultrapassar os R$ 954 milhões registrados em 2010. Parte desse otimismo se revela no aumento de animais inscritos, que chegou a 2.172, contra 2.055 no ano passado.
Entre os meses de fevereiro e abril deste ano houve um aumento de 8,5% do preço do leite padrão registrado pelo Conselho Estadual do Leite (Conseleite). Com isso, o valor médio pago aos produtores passou de R$ 0,61 para R$ 0,66 por litro. Segundo Carlos Osterkamp, criador de gado holandês em Westphalia, a tendência do mercado é que esse patamar seja mantido ou mesmo elevado nos próximos meses, o que deve incentivar as vendas na Fenasul. "No ano passado houve o anúncio da baixa do valor do litro do leite justamente durante o evento, o que desanimou os negócios, mas agora estamos com boas expectativas", afirma.
Em 2010, Osterkamp, que possui 40 vacas leiteiras em sua propriedade de 12 hectares, chegou a vender uma novilha durante o evento. Mas neste ano, quem já está com uma venda certa é o produtor Zilmar Rutz, também de Westphalia. "Tenho uma novilha que será leiloada e espero conseguir um bom valor", afirmou. Com 65 vacas em uma área de 23 hectares, o criador consegue obter uma produtividade média de 29,5 litros de leite diários por animal.
O produtor Itamar Tang, de Farroupilha, lembra que o evento é uma boa oportunidade para mostrar a qualidade de seus animais aos possíveis compradores. "A Fenasul sempre funcionou como uma vitrine, e com o setor leiteiro vivendo um momento de alta, com bons preços, ficamos ainda mais animados com os negócios", explica.

Em sua propriedade de 14 hectares, Tang cria 83 fêmeas, das quais 34 são vacas lactantes. Atualmente, ele tem obtido uma produção de 1.240 litros de leite por dia. Para a feira, o criador está trazendo duas vacas – Raquel e Renata – que concorrem ao Prêmio Exceleite/2011 Suprema. Os dois animais produzem em média 60 litros de leite por dia cada um.
Para alavancar os negócios na feira, o Banrisul pela primeira vez estará financiando, com recursos próprios, a compra de matrizes bovinas de leite aos pequenos produtores enquadrados no Pronaf, com juros que variam de 1% a 4% ao ano. Serão disponibilizados R$ 20 milhões para pequenos, médios e grandes produtores. Também haverá linhas de crédito para a aquisição de bovinos de corte e de máquinas e equipamentos rurais, e serão disponibilizados recursos repassados do Bndes nos programas Finame PSI, Pronaf Investimento e Moderagro Leite.
O Banco do Brasil também estará presente na Fenasul, disponibilizando recursos e crédito para aquisição de animais, máquinas, equipamentos, construções e pastagens. As linhas de investimento oferecidas pelo banco são as do Pronaf Mais Alimentos, Pronamp (Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural), MCR 6.2 e Finame, com taxas e prazos diferenciados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *