FEIRAS – Fabricantes de tratores miram pequeno produtor

No Show Rural Coopavel, empresas apresentam novidades em equipamentos de média e baixa potência

vista-show-rural (Foto: Divulgação/Show Rural Coopavel)Agricultura familiar tem sido destaque dos lançamentos de tratores no Show Rural Coopavel (Foto: Divulgação/Show Rural Coopavel)

Os maiores fabricantes de tratores do Brasil apresentam seu novos modelos durante o Show Rural Coopavel. Os equipamentos voltados a pequenos produtores, com motores de até 100 cavalos, estão entre os principais destaques. A LS Tractor lançou o trator U80, equipado com motor de 80 cavalos e tecnologia que reduz a emissão de poluentes.

A empresa também trouxe para a feira o modelo R65, voltado a produtores de frutas e café. “O pequeno produtor deve continuar investindo em equipamentos de alta performance e com preços acessíveis”, diz André Rorato, diretor da LS Tractor. No ano passado, o faturamento da empresa, de origem coreana, cresceu cerca de 35% no Brasil, em comparação a 2017. Este ano, as vendas devem aumentar não apenas junto aos produtores rurais brasileiros. A empresa deve começar a exportar tratores para a Nigéria. O país acaba de lançar, em parceria com o Brasil, um dos maiores programas de agropecuária do continente africano, que prevê a importação de 10 mil tratores e 50 mil máquinas produzidas no Brasil. O projeto conta com financiamento do Deutsche Bank, da Alemanha, e o BNDES, com seguro de crédito do Banco Islâmico de Desenvolvimento.

A expectativa é que as exportações de tratores de menor potência comecem ainda este ano. “O país está investindo no agronegócio e há oportunidades para fornecedores brasileiros”, afirma Rorato.

A John Deere também está atenta ao potencial do segmento de agricultura familiar, que recebe subsídios do governo. A empresa apresentou no Show Rural Coopavel os novos modelos da série 5E, com motores de potência de 60 a 90 cavalos. Uma das novidades é o sistema de transmissão de 12 velocidades com reversor hidráulico sincronizado. A empresa investiu também em acessórios, com opcionais como assento pneumático e luzes LED na cabine.

A Case IH é outro fabricante com lançamentos de tratores voltados ao pequeno produtor. A marca criou novas versões para a linha Farmall. As mudanças no motor permitiram a potência alcance de até 100 cavalos, com 60% a menos de emissão de poluentes. “Há uma demanda no segmento de agricultura familiar por tratores com versões mais potentes. O comprador começou a sentir que os modelos oferecidos anteriormente pelos fabricantes eram muito básicos”, afirma Silvio Campos, diretor de marketing de produto da Case IH.

Os produtores de maior porte também receberam atenção da empresa. Os tratores Steiger, com motores acima de 370 cavalos, ganharam esteiras de borrachas, substituindo os pneus. A Case IH, marca da CNH Industrial, também apresentou no Show Rural Coopavel a linha Quadtrac, de tratores articulados com esteira e potência de 507 a 629 cavalos. Os equipamentos têm reserva de torque de 40%, com 24 válvulas e seis cilindros. “Tratores de altíssima potência também têm significativo potencial de vendas no curto, médio e longo prazo”, diz Campos.

A New Holland, outra marca do grupo, manteve o foco no pequeno agricultor, com lançamentos de novas famílias de tratores com potência de até 100 cavalos. Os modelos T4, com largura e altura reduzidas, são direcionados aos produtores de frutas e café. Os equipamentos apresentam válvulas remotas e vazão hidráulica de até 64 litros por minuto, com impactos positivos no acionamento de implementos utilizados na colheita.

*A repórter viajou a convite da LS Tractor, Sicredi e Sancor Seguros

POR CARLA ARANHA*, DE CASCAVEL (PR)

Fonte : Globo Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *