Feira do empreendedor rural ajuda a divulgar produtos catarinenses

 

Evento reuniu produtores de caldo de cana, cachaça, laticínios e carnes.
Exposição foi realizada no Mercado Público Regional, em Chapecó.

Feira do Empreendedor Rural (Foto: MB Comunicação/Divulgação)

Feira do Empreendedor Rural (Foto: MB Comunicação/Divulgação)

Produtos artesanais catarinenses foram a atração da Feira do Empreendedor Rural, realizada em Chapecó na segunda-feira (5). A iniciativa faz parte do Movimento Compre do Pequeno Negócio, projeto do Sebrae/SC. O evento foi no Mercado Público Regional, na segunda-feira (5).

Os visitantes puderam conhecer e consumir produtos derivados de carne e leite, frutas, panificados, sucos, chocolates artesanais, plantas, compotas, entre outros. Também foi oferecida degustação para que o público conhecesse os produtos produzidos pelos pequenos negócios rurais.

Produção de caldo-de-cana (Foto: MB Comunicação/Divulgação)Produção de caldo-de-cana
(Foto: MB Comunicação/Divulgação)

Produtos expostos

Caldo de cana
Moacir e Ivani Sabadin, da linha Colônia Cella de Chapecó, levaram para a feira o caldo de cana produzido na propriedade. Pioneiros no segmento em Chapecó, eles atuam desde 1990, e mantêm dois hectares de cana de açúcar plantados durante o ano todo.
“Temos máquinas de inox, realizamos limpeza geral na cana e trabalhamos com agroecologia, ou seja, sem adubos químicos e nenhum tipo de agrotóxico”, destacou ao Sabadin.

Sobre a feira, realizada por meio do Movimento Compre do Pequeno negócio, o empresário ressaltou que representa motivação para todos os expositores. “É um incentivo importante, uma maneira a mais de divulgar e demonstrar que oferecemos produtos com qualidade. Precisamos desse apoio para permanecer na agricultura”.

Cachaça
Outra empresa que participou da exposição foi a Cachaça Refazenda, de Xanxerê, que demonstrou a cachaça Ouro e a Prata. A cachaça Ouro, segundo o sócio-proprietário Rodrigo Bordin e o mestre alambiqueiro Gelson Basso, é um produto orgânico que nasce de um processo de destilação artesanal em alambiques de cobre, com descarte dos componentes indesejáveis, como a cabeça e cauda.

Produção de cachaça artesanal (Foto: MB Comunicação/Divulgação)Produção de cachaça artesanal
(Foto: MB Comunicação/Divulgação)

A matéria-prima é de produção própria com adubação orgânica e sem o uso de agrotóxicos.
“O resultado é um destilado de sabor suave e aromático, que pode ser consumido puro ou em coquetéis”, explicou Bordin.

Já, a cachaça prata é maturada em ambiente neutro (aço inoxidável ou vidro) no mínimo durante um ano. “Com aspecto cristalino, tem sabor suave e original, sem perder as características autênticas da cachaça”, salientou o empresário.
Com relação à participação na feira, Bordin observou que sempre aproveita as oportunidades existentes na região. “Já participei de várias feiras do Sebrae e de outras entidades, destinadas aos pequenos negócios. É sempre interessante pela visibilidade e também para conhecer outros empreendedores”, concluiu.

Produtos expostos na feira (Foto: MB Comunicação/Divulgação)Empresários participam da feira
(Foto: MB Comunicação/Divulgação)

Laticínios
A empresária Sandra Mara Mocelini Sfreddo, da Cooperativa Agrícola Família Cooperaria, de Caxambu do Sul, apresentou a linha de produtos Mocelini: ricota, queijo prato, queijo prato temperado com tomate seco e alecrim e o queijo prato com orégano. 
Com média de produção mensal de 100 mil litros de leite, os produtos são comercializados para a região oeste.
“Nosso foco é manter e investir na qualidade dos produtos. Seguimos rigorosamente a normativa e o leite que apresentar algum tipo de problema não chega à agroindústria”.

A participação na feira visou demonstrar a qualidade dos produtos. “A iniciativa do Sebrae é muito importante para que, nós como pequenos empreendedores, possamos estar mais perto do cliente e potencial cliente”, afirmou.

Sobre o Movimento
Segundo o diretor técnico do Sebrae/SC, Anacleto Ângelo Ortigara, mais de seis mil empresas se cadastraram no Movimento Compre do Pequeno Negócio e mais de quatro mil eventos de preparação como cursos, palestras, oficinas e workshops foram realizados em Santa Catarina.

“Temos orgulho de dizer que a inovação, o empreendedorismo, a competitividade e a internacionalização das micro e pequenas empresas são conquistas representativas e que demonstram o quanto os pequenos negócios estão evoluindo”, afirma Ortigara.

Produtores que participaram da feira (Foto: MB Comunicação/Divulgação)

Produtores que participaram da feira (Foto: MB Comunicação/Divulgação)

O coordenador regional oeste do Sebrae/SC, Enio Albérto Parmeggiani, assinalou que a iniciativa de organizar uma feira com produtos do agronegócio foi uma ação de fortalecimento dos pequenos negócios rurais e se realiza em Chapecó pela força deste segmento no oeste catarinense.
“Nossa região conta com diversos empreendimentos rurais de pequeno porte que, de forma associativa, contribuem para o fortalecimento da economia. Com essa ação, referenciamos o dia dos pequenos negócios e oportunizamos aos  clientes usufruir da qualidade destes produtos”, conclui.

Fonte : Globo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *