Feijão fica mais caro na entressafra

A entressafra elevou os preços do feijão ao produtor no país. Na última semana, acompanhamento do Instituto Brasileiro do Feijão e Pulses (Ibrafe) mostrou que a saca do grão de boa qualidade teve preço entre R$ 100 e R$ 120 ante uma média de R$ 90 desde o fim do ano passado.

Apesar desse aumento, é provável que a alta não seja repassada imediatamente ao consumidor, porque o mercado tem feijão de menor qualidade, classe 7 ou 8, disponível para compor a oferta, de acordo com Marcelo Lüders, presidente do Ibrafe. Os produtos dessas classes, diz, têm valores muito distintos dependendo da região onde são comprados e da qualidade do grão. Podem variar de R$ 85 a R$ 100 por saca, de acordo com ele.

Assim, para o consumidor, o repasse de preços só ocorrerá se houver problemas na segunda safra, o que ainda é uma incógnita. "Temos relatos de chuvas fortes em algumas regiões do Paraná, ao mesmo tempo que há seca em outras. As informações que chegam de Minas Gerais também são desencontradas, mas parece que houve uma redução na área de plantio", afirma Lüders.

Por Fernanda Pressinott | De São Paulo

Fonte : Valor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *