FCO: Dívida será prorrogada e limite fica de fora

A prorrogação das dívidas de investimentos do FCO Rural, vencidas e vincendas em 2007, foi aprovada ontem na reunião do Condel em Cuiabá. O valor total da dívida é de R$ 500 milhões. Metade dessa quantia é de Mato Grosso. Conforme a proposta aprovada, ficará a critério do Banco do Brasil conceder o adiamento. Para isso, serão considerados laudos emitidos pelos Conselhos de Desenvolvimento dos Estado (CDE) em conjunto com órgãos de assistência técnica oficial que comprovem a falta de liquidez em função do endividamento do setor best cialis produtivo rural. Para o secretário de Estado de Indústria, Comércio, Minas e Energia, Alexandre Furlan, que é o representante de Mato Grosso no Condel/FCO, esta foi uma das mais importantes propostas aprovadas ontem.

Ele lamenta que não tenha sido apreciada buy pills online with no prescription a proposta de aumento do limite dos financiamentos de R$ 40 milhões para R$ 100 milhões. O representante de Goiás, secretário de Planejamento do Estado, José Siqueira, pediu vistas da proposta. Ela só deve voltar à pauta na próxima reunião do Condel, no dia 2 de julho, em Brasília. Furlan acredita que será feita uma contraproposta que seja um pouco menor que R$ 100 milhões. Conforme o secretário, a preocupação é que os altos recursos fiquem centralizados, sem ter abrangência para vários projetos. Para Furlan, é só questão de fazer um direcionamento estratégico.

Fonte:A Gazeta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *