Farsul irá participar de rodada de negociações com mexicanos

O pedido da Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul de inclusão do arroz na rodada de negócios com representantes mexicanos foi atendido. A Farsul também foi convidada, pelo Ministério da Agricultura, a participar do encontro da comitiva que será liderada pelo secretário da Agricultura do México, Eduardo Calzada Rovirosa, nos dias 20 e 21 de fevereiro, em São Paulo. Além do acréscimo do cereal na pauta, que já contava com soja e carnes bovina e suína, foram adicionados produtos lácteos, aves, milho e trigo, entre outros.

Conforme o presidente da Comissão do Arroz da Farsul, Francisco Schardong, o potencial de exportação do arroz é muito grande e o México se apresenta como um novo mercado. “O México é um potencial novo que surgiu em função desses problemas com os Estados Unidos. Agora eles vão buscar outras praças e o nosso arroz tem qualidade e quantidade. Além disso, a orizicultura precisa de um empurrão”, comemora. A estimativa é que o país possa consumir até 400 mil toneladas por ano do cereal brasileiro

A partir da próxima semana, a Farsul irá conversar com as demais entidades representativas para montar uma proposta que defenda os interesses dos produtores gaúchos. “Não iremos apenas pelo arroz, mas representando outras cadeias como leite, soja e milho. Nos interessa  muito ampliar as exportações desses produtos que para nós são fundamentais”, afirma Schardong.

Ouça a entrevista com o presidente da Comissão do Arroz da Farsul, Francisco Schardong.

Fonte: Imprensa Sistema Farsul

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *