Falta de chuva deve impossibilitar que plantio da safra de soja comece no período indicado em Mato Grosso

Fonte:  Ruralbr

No Paraná, no entanto, condições do tempo possibilitam o início dos trabalhos na próxima semana

Nessa semana termina o vazio sanitário nos Estados do Mato Grosso e Paraná e com isso os produtores podem iniciar o plantio da nova safra de soja. Entretanto, somente os produtores paranaenses terão plenas condições para isso, pois no Mato Grosso, a forte estiagem que vem atingindo todo o Estado está impossibilitando que haja condições para o plantio assim que termine o vazio sanitário.
As chuvas no Mato Grosso só deverão voltar de forma a dar plenas condições ao plantio somente no inicio de outubro. Até lá poderá até ocorrer chuvas, mas de baixa intensidade, localizadas e totalmente irregulares. Dessa forma, o plantio esse ano não deverá se iniciar na época normal, podendo, mais uma vez, ocorrer um pequeno atraso, mas diferente de 2010, quando as primeiras chuvas ocorreram na segunda metade de outubro.

Segundo as previsões meteorológicas de longo prazo, após o inicio das chuvas, essas serão com bons volumes e bem distribuídas ao longo da safra da soja nos Estados do Mato Grosso, Goiás, região norte do Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, São Paulo e Bahia, além de todas as regiões produtoras do Piauí, Maranhão e Tocantins.

No Sul do Brasil, a primavera terá boas chuvas e os problemas poderão surgir no verão, pois os modelos climatológicos indicam a volta da La Niña entre os meses de outubro e novembro. Dessa forma, podem ocorrer períodos maiores de estiagem sobre os Estados do Paraná, Rio Grande do Sul e região sul do Mato Grosso do Sul. Contudo, as perdas em relação a produção de soja nesses Estados não deverão ser altas.

Para os próximos dias são esperadas chuvas para o Paraná entre a quinta, dia 15, e o final de semana, o que permitirá que o plantio já se inicie na semana que vem. No Mato Grosso não há previsão de chuvas para os próximos 15 dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *