Exportação do RS aumenta 5,9%

Desempenho foi alcançado com a ajuda da safra, do dólar e do aumento de compras da Argentina

No mês marcado pela alta do dólar, as exportações do Estado totalizaram US$ 1,87 bilhão em julho, crescimento de 5,9% ante o mesmo mês do ano passado.
O desempenho, superior à média nacional (-0,9%), foi puxado pelo aumento nas vendas para a Argentina de máquinas agrícolas e insumos. As exportações da indústria gaúcha cresceram 6,6% ante julho de 2012, alcançando US$ 1,39 bilhão, desempenho bem melhor do que o do Brasil (-3,9%). Do total de 25 segmentos industriais, 18 aumentaram o valor exportado. As maiores altas vieram de máquinas e equipamentos (37,2%), produtos químicos (13,3%) e alimentos (11,7%). As commodities cresceram 3,2% (US$ 457 milhões).
– A expectativa é de expansão moderada para os próximos meses, reflexo da desvalorização mais acentuada do câmbio e da demanda externa mais forte da Argentina e dos Estados Unidos – afirmou o presidente da Federação das Indústrias do Estado (Fiergs), Heitor Müller.
Com grandes aquisições de soja, a China consolida a primeira colocação entre os destinos dos produtos gaúchos, apesar de ter diminuído as compras em 8,2%. A Argentina garantiu a segunda posição ao elevar em 62% os pedidos, com destaque para a compra de máquinas agrícolas (alta de 3.389% em julho, em relação ao mesmo mês de 2012). O reforço na importação argentina ocorreu devido ao compromisso assumido pelas empresas já instaladas no país vizinho de aumentar a produção e exportação, para diminuir a escassez de dólares no mercado.
A orientação adotada na Argentina é que para cada dólar importado haja exportação equivalente. Os Estados Unidos foram o terceiro maior comprador, em especial de tabaco não manufaturado, com aumento total de 0,6%.
As importações totais do Rio Grande do Sul também apresentaram forte avanço (41,5%), totalizando US$ 1,64 bilhão. Os segmentos de combustíveis e lubrificantes e bens intermediários tiveram aumento de 186,4% e 33,8%, respectivamente.

Fonte: Zero Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *