Exportação de carne da Argentina volta a crescer

Pela primeira vez em quatro anos a exportação de carne bovina da Argentina deve crescer, de acordo com o relatório divulgado ontem pelo CICCRA, a entidade patronal do setor. Segundo o relatório, a Argentina exportou nos nove primeiros meses do ano 155 mil toneladas de carne bovina com osso, ante 135 mil toneladas no mesmo período de 2012. O último ano de crescimento na exportação havia sido 2009, quando foram embarcadas 472 mil toneladas entre janeiro e setembro.

As vendas ao exterior finalmente reagiram a uma recuperação da produção de carne bovina que começou em 2012, quando cresceu 4%. Este ano, a produção deve crescer novamente: até setembro foram processadas 2,114 milhões de toneladas de carne com osso, ou 10,2% a mais que no mesmo período de 2012.

A retomada, contudo, poderá ter fôlego curto, avalia o CICCRA. Há maior abate de fêmeas, indicador de que a recomposição de estoques pode ser afetada. Segundo o CICCRA, o abate de fêmeas respondeu por 62,7% do acréscimo no abate este ano, que foi de 9,39 milhões de cabeças até setembro. As fêmeas representaram 42,5% do total. No mesmo período em 2012, eram 40,1%.

© 2000 – 2013. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/agro/3308810/exportacao-de-carne-da-argentina-volta-crescer#ixzz2i4sh5UB7

Fonte: Valor | Por César Felício | De Buenos Aires

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *