Exportações de milho superam em 87% as de soja no mês de setembro

Folhapress / Folhapress
Colheita no Paraná: as exportações de milho superaram, em volumes, os embarques de soja em grão em setembro

No mês de setembro, as exportações brasileiras de milho voltaram a superar, em volumes, as vendas externas de soja em grão. Segundo dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex/MDIC), foram embarcadas no mês passado 3,145 milhões de toneladas de milho, crescimento de 90% ante setembro de 2011. O volume exportado do grão é também 87% maior do que o de soja, que recuou 40% em setembro, para 1,681 milhão de toneladas. Em agosto, o milho já havia superado os embarques da oleaginosa.

Em receita, a soja mantém a liderança na comparação com o milho, mesmo com um faturamento 30,7% menor. Os embarques de soja renderam no mês passado US$ 1.009 bilhão, enquanto os do milho – 69% maiores – resultaram em US$ 846,6 milhões.

No acumulado de 2012, no entanto, a distância entre os dois grãos ainda é grande, tanto em volume quanto em receita. A soja soma entre janeiro e setembro embarque de 31,5 milhões de toneladas e receita de US$ 16,6 bilhões. O milho no mesmo período teve exportação de 9,3 milhões de toneladas e receita de US$ 2,4 bilhões.

Com exceção do frango, todas as carnes in natura apresentaram aumento de exportações em setembro. As de origem bovina renderam US$ 421,1 milhões no mês, 7,7% de aumento, e em volumes avançaram 22,5%, para 90,9 mil toneladas. Os embarques de carne suína resultaram em receita de US$ 146,1 milhões, crescimento de 43,9% sobre o mesmo período de 2011. Por fim, as exportações de carne de frango in natura ficaram praticamente estáveis em setembro com receita de US$ 566,1 milhões, 0,3% abaixo do registrado um ano antes.

Maior exportador mundial de café e açúcar, o Brasil em setembro amargou forte queda dos embarques das duas commodities. As exportações de açúcar bruto recuaram 21%, para US$ 1,047 bilhão, e os de café em grão (in natura) mergulharam 47%, para US$ 411,5 milhões. Em volumes, ambas as commodities declinaram: o açúcar 8,7%, para 2,1 milhões de toneladas, e o café, 26,1%, para 1,968 milhão de sacas.

A boa notícia ao setor sucroalcooleiro veio dos embarques de etanol, que cresceram 125% em setembro, para US$ 331 milhões. Foram exportados 452,7 milhões de litros, ante os 174,3 milhões de litros de setembro do ano passado.

© 2000 – 2012. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/empresas/2851548/exportacoes-de-milho-superam-em-87-de-soja-no-mes-de-setembro#ixzz2894ljw00

Fonte: Valor | Por Mariana Caetano, Luiz Henrique Mendes, Carine Ferreira e Fabiana Batista | De São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *