Exportações de carne suína batem recorde em maio, aponta Secex

De acordo com o Cepea, o bom momento externo está ajudando a equilibrar a queda na demanda doméstica e deve continuar até o fim do ano que vem

03 de junho de 2020 às 20h11

Por Canal Rural

As exportações brasileiras de carne suína in natura atingiram em maio o maior volume de toda a série histórica da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), iniciada em 1977. Os embarques do mês passado totalizaram 90,7 mil toneladas, aumento de 44% frente ao resultado de abril e alta de 53% acima do volume de maio de 2019.

Segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), a demanda chinesa foi o principal motivo do incremento nos embarques brasileiro de proteína. A pesquisadora Juliana Ferraz afirma que esses números altos vem em bom momento para equilibrar a falta de demanda doméstica. “Mais de 80% da produção fica no mercado interno, então é claro que esse volume exportado ajuda a dar um fôlego no setor aqui no Brasil”, afirma.

No longo prazo, o Cepea acredita que demanda chinesa vai se manter aquecida ao longo deste ano e do ano que vem.

Fonte: Canal Rural

Compartilhe!