Expointer terá 220 estandes voltados para a agricultura familiar

Está quase tudo pronto para a 39ª edição da maior exposição de animais, máquinas, implementos e produtos agrícolas da América Latina, a Expointer. A feira, que será de 27 de agosto a 4 de setembro, em Esteio, no Rio Grande do Sul, vai receber 220 estandes voltados para a agricultura familiar. Quem passar por lá, vai conhecer agroindústrias, artesanatos, plantas e flores das famílias expositoras.
A Secretaria Especial de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Agrário apoia a viabilização do Pavilhão da Agricultura Familiar na Expointer 2016. O espaço, destinado à Agricultura Familiar, é tradicionalmente uma das atrações mais visitadas do evento.
Segundo o Secretário de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo do Rio Grande do Sul (SDR- RS), Tarcísio Minetto, a expectativa é aumentar a comercialização em relação aos anos anteriores. “Todas as edições da Expointer são significativas para as agroindústrias familiares. Em 2015, só o volume de negócios gerou cerca R$ 2,2 milhões. Acreditamos que este ano possa crescer mais ainda”, disse.
Os itens mais procurados na feira costuma ser os produtos da tradicional culinária colonial gaúcha como pães, bolos e cucas, doces e “schimias”, salames, queijos, conservas, licores e embutidos. Minetto ressalta que a importância vai além da comercialização, pois cria a oportunidade de essas famílias estabelecerem contato com o mercado. “É um espaço onde eles colocam na vitrine seus produtos e criam uma relação direta entre proprietário, consumidor e o mercado em geral. Assim, abrem mercado para fornecer até mesmo fora da feira, o que contribui para a geração de trabalho e de renda”, concluiu.
Premiações
Durante o evento, os expositores também podem participar do 5º Concurso de Produtos da Agroindústria Familiar, que vai eleger os melhores itens de oito categorias: queijo tipo colonial; salame; mel; suco de uva integral e natural; vinho tinto de mesa seco; vinho tinto fino seco; cachaça prata e cachaça envelhecida. O objetivo do concurso é dar visibilidade à produção da agroindústria familiar no estado do Rio Grande do Sul.

Talita Viana Ascom / Secretaria Especial de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Agrário

Fonte : Easycoop