Expointer recebe animais

Portões do Parque de Exposições Assis Brasil serão abertos hoje às 6h para os mais de 7,7 mil inscritos

Os protagonistas da 36 Expointer começam a chegar hoje ao Parque de Exposições Assis Brasil dando vida a uma feira que, apesar da queda de 2% no números de inscritos, promete grandes negócios. A partir das 6h, os portões do desembarcadouro serão abertos na presença do secretário adjunto da Agricultura, Cláudio Fioreze, e de equipes de veterinários deslocadas para Esteio especialmente para garantir a sanidade dos animais que participam da Expointer. A recepção das estrelas da feira segue até a meia-noite de sexta-feira, mas a disputa entre as cabanhas pelo posto de primeira a ingressar na feira deve gerar fila de caminhões na madrugada desta segunda-feira. Segundo o veterinário Vilson Hoffmeister, que ontem já organizava o desembarcadouro para garantir o bom andamento dos trabalhos nesta manhã, a briga pelos holofotes é evidente.

A tarde de sol, ontem, no Assis Brasil motivou uma roda de chimarrão entre os veterinários da equipe de plantão, que enchiam os pedilúvios e rodolúvios com água e iodo, por onde devem passar os 7.758 exemplares inscritos. Ao todo, serão quatro equipes em ação, compostas por quatro veterinários e cinco auxiliares cada. São eles os responsáveis por checar a documentação e a identificação dos animais e realizar o exame clínico. Qualquer suspeita de enfermidade pode ser suficiente para a entrada ser vetada. O alerta vem com a chegada de animais prostrados e acabrunhados. Secreções também podem sustar o passaporte para o parque. A averiguação inicia-se com o caminhão ainda fechado. ‘Antes de abrir o veículo, verificamos toda a papelada. Só permitimos o desembarque depois de nos certificarmos que está de acordo’, afirmou. GTA, comprovante de inscrição efetivada e exames específicos de cada espécie estão entre os documentos exigidos.

Apesar do tempo ensolarado e de haver pistas inacabadas, eram poucos os operários que trabalhavam na tarde de domingo nos preparativos para a Expointer. Alguns montavam estandes e coberturas de lona. A Pista de Bovino de Leite é a com maiores problemas, alternando pedaços de areião com pedra com outros de leivas de grama solta.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *