EXPOINTER – Parque Assis Brasil recebe os primeiros animais que vão participar da 83ª Exposição Estadual

Exemplares da raça Crioula ingressaram no parque vindos de Barra do Quaraí

Exemplares da raça Crioula ingressaram no parque vindos de Barra do Quaraí

SEAPDR/DIVULGAÇÃO/JC

Os cavalos crioulos Pacífico Pauste, Floreio Seresteiro, Estrela Cadente e Basca Beatriz foram os primeiros animais a entrar no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, neste ano de 2020. Chegaram às 8h30min, vindos de Barra do Quaraí. Ao todo, são 1.017 animais de 18 raças, entre equinos, bovinos e ovinos, que devem dar entrada no Parque, com exceção de bubalinos e aves, que este ano não estarão presentes.

"Estamos fazendo um grande esforço conjunto para realizarmos esta edição histórica da Expointer. Os animais estão sendo recebidos com todo o cuidado necessário, uma atenção extra porque além do momento único devido à pandemia, estamos também vivendo a primeira Expointer com o status de zona livre de aftosa sem vacinação. Uma edição única e inovadora, que com certeza entrará para a história do Parque de Exposições Assis Brasil’, disse o secretário Covatti Filho.

Ter o documento oficial de trânsito, a inscrição junto ao Serviço de Exposições e Feiras, apresentar os resultados de testes, exames e atestados com prazo de validade até 04/09/2020, são algumas das exigências para participar da exposição (veja aqui o regulamento). 35 profissionais, entre veterinários e equipe técnica, da Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) estão envolvidos nesta atividade.

“O que mudou em relação aos outros anos é que não podem ingressar animais da área livre de febre aftosa com vacinação, porque agora somos área livre de aftosa sem vacinação”, destaca Fernando Groff, coordenador estadual do Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa. A tradicional cerimônia de chegada dos animais não foi realizada em função de todas as regras de distanciamento e protocolos de saúde definidos para evitar o coronavírus. E por causa destas regras, houve algumas alterações no trânsito dos animais: a entrada e saída pode ser feita a qualquer momento até o di 04/10, quando termina a feira, e o horário será um pouco menor: das 8h às 20h.

“Vai ser um ano de aprendizado e de muitos ganhos que devem vir para ficar. Os julgamentos, leilões e provas vão poder ser acompanhados em todo o Brasil e além dele, e assim vamos explorando outras alternativas de divulgação desta feira tão importante para o Rio Grande do Sul. Ainda mais neste ano em que o Parque completa 50 anos’, afirma Rosane Collares, Diretora do Departamento de Defesa Animal (DDA) da Seapdr.

Vão participar desta edição 230 ovinos das raças Texel, Poll Dorset, Suffolk, Naturalmente Coloridos, Merino Australiano, Corriedale, Crioula e Dorper; 26 bovinos de corte das raças Charolês, Devon, Simental e Simbrasil; 74 bovinos de leite da raça Holandês; 687 equinos das raças Quarto de Milha, Árabe e Crioula.

A população residente, ou seja, que fica hospedada no Parque, e os funcionários da Secretaria, vão ser testados com testes rápidos para ver se tem o coronavírus. A testagem será feita pela Secretaria de Saúde de Esteio e por uma empresa contratada para a realização dos testes. Já para a população volante, que entra e sai do Parque, vai ter medição de temperatura e questionários de avaliação. Além de totens com álcool gel para todos. "Acreditamos que as medidas tomadas vão garantir a segurança já que estamos seguindo os protocolos. Nós teremos 6 postos de controle e as entradas vão ser direcionadas para apenas 4 portões", afirma Rosane Collares.

Fonte : Jornal do Comércio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *