EXPOINTER: Driblando as filas e a tranqueira

Quem pretende conferir a Expointer, que vai de 24 de agosto a 1 de setembro, sem sofrer com os tradicionais congestionamentos precisa se organizar para evitar os tradicionais horários de pico e as filas nos acessos ao Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio. Atenção que deve ser redobrada nos finais de semana, quando uma multidão toma o rumo da exposição, que recebeu 478.317 pessoas na edição passada. A Secretaria da Agricultura recomenda ao visitante que evite chegar ao parque no começo da tarde aos sábados e acorde mais cedo domingo, evitando as bilheterias próximo ao horário do almoço.

Sem a conclusão da Rodovia do Parque, que promete desafogar a BR 116 no futuro, a recomendação é, mais uma vez, utilizar o transporte coletivo para facilitar a viagem a Esteio e deixar o carro em casa. Uma das opções é o trem metropolitano, que circula diariamente das 5h às 23h20min e que terá horários extras aos sábados e domingos durante a Expointer. De acordo com o consultor da presidência da Trensurb, Edson Carlos Ferreira dos Santos, para dar fluxo à chegada e à saída do parque nos horários de maior fluxo, aos finais de semana, os trens irão circular a cada cinco minutos. Ele lembra que o visitante perde bem menos tempo para se deslocar do centro de Porto Alegre até o Assis Brasil usando o trem metropolitano. Da Estação Mercado até a mostra, o percurso leva 25 minutos. De carro, o trajeto pode levar até 60 minutos. Dados da Trensurb mostram que o transporte vem, aos poucos, caindo nas graças do visitante da Expointer. Conforme Santos, na edição passada 55% do público que compra ingresso aderiu ao ‘Vá de Trem’, percentual crescente desde 2008. A Estação Esteio, que recebe cerca de 200 mil passageiros a mais durante a feira, foi reformada recentemente, mas a cobertura da passarela, solicitada há anos, não saiu devido a problemas na execução da obra pela vencedora da licitação.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *