Expointer Digital, que começa dia 29, pode superar vendas de máquinas do ano passado

Sindicato das Indústrias de Máquinas e Implementos Agrícolas apresentou nesta quarta-feira a plataforma on-line que integrará à distância produtores rurais do Estado e do Brasil e empresas do setor

19/08/2020 | 17:24
Por Nereida Vergara

Claudio Bier, presidente do Simers

Claudio Bier, presidente do Simers | Foto: Simers/Divulgação/CP

A primeira Expointer Digital das Máquinas Agrícolas, que será aberta no dia 29 de agosto, em substituição a 43ª Expointer, cancelada em razão da pandemia por coronavírus, poderá surpreender no faturamento de máquinas e implementos agrícolas. Hoje, ao anunciar a plataforma desenvolvida pelo Sindicato das Indústrias de Máquinas e Implementos Agrícolas no Rio Grande do Sul (Simers) para o evento, o presidente da entidade, Claudio Bier, projetou vendas até mesmo superiores aos R$ 2,3 bilhões registrados pelo setor na 42ª Expointer, em 2019. A interface idealizada pelo Simers dará chance aos produtores rurais de renovarem suas máquinas e equipamentos fazendo as compras sem sair de casa. "Com a ferramenta on-line, produtores de todo o Brasil poderão aproveitar as oportunidades que serão oferecidas pelas empresas no evento com este formato, o que deve favorecer os negócios", projeta Bier.

A venda de máquinas on-line por meio da plataforma do Simers estará disponível do dia 29 de agosto ao dia 6 de setembro, dentro do portal do governo do Estado que abrangerá também a exposição de animais e as festividades dos 50 anos do Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, e que ocorrerão de 26 de setembro a 4 de outubro. Depois do dia 6 de setembro, a plataforma do Simers vai continuar no ar, até o final da feira digital, mas aí apenas com os catálogos e contatos das empresas participantes. Segundo Bier, o setor de máquinas precisa aproveitar a data em que costumeiramente a Expointer se concretiza, no final de agosto, por uma questão estratégica. "É neste período que o produtor faz a renovação de seus equipamentos, antes do plantio da safra de verão", explica.

O sindicato ainda não tem a lista de empresas que vão participar da iniciativa e nem dos bancos parceiros. O dirigente adianta que somente no início da semana que vem deve estar fechado o grupo de integrantes, mas garante que grandes empresas do setor estarão marcando sua presença. "Tivemos um tempo de indefinição em relação ao nome que a feira teria, por isso, o acerto com as empresas e os bancos está sendo finalizado somente agora", comenta. Bier também antecipa que estão sendo feitas negociações com o Sebrae para assegurar a participação de pequenas empresas do ramo que fornecem peças e insumos para as montadoras.

A diretora-executiva do Simers, Ana Paula Werlang, explica que a plataforma do sindicato foi inspirada nas feiras digitais alemãs de máquinas agrícolas e prevê o acesso do comprador a canais de atendimento por meio de chat, email e videoconferência, bem como a opção de encaminhamento de propostas on-line às instituições financeiras.

Fonte: Correio do Povo

Compartilhe!